“Fica de Cara” no Auditório Grupo Red

Fica de Cara, Notícias

No dia 02 de agosto o Grupo Red apresentou o espetáculo “Fica de Cara” em seu auditório. Confira abaixo algumas fotos e depoimentos de quem assistiu.

Posted in Fica de Cara, Notícias. Bookmark the permalink.

Depoimentos

  1. Gostei das piadas e gostei também do final que o Bruno falou uma frase que deixou todo mundo surpreso. Abordou bastante os temas importantes na nossa vida, tipo, como a gente deve seguir, melhorar e compreender os outros. Vocês são muito bons. Não precisa melhorar nada. (Brendom, 14 anos)

    Gostei que a peça mostra como brincadeiras que fazemos em nosso dia podem fazer mal aos outros. E no final fazem uma reflexão com a gente que muda muito nosso pensamento. Mostra também como é importante sempre ter amigos em volta para desabafar. Ser animado. Parabéns pelo grupo de vocês. Foi uma coisa muito incrível assim ver uma atuação tão engraçada. É natural. Você percebe que eles querem tirar um sorriso da gente. (Felipe, 13 anos)

    Primeira vez que vim, achei a peça maravilhosa. Gostei mais do final, me emocionou a parte de pedir perdão para as pessoas que te magoaram, tocou meu coração. (Maria Julia, 14 anos)

    É a segunda vez que venho, gostei muito de ter vindo, eles dão uma ótima mensagem de bullying e de um jeito bem divertido que todos gostam. Gostei de tudo, no final o depoimento dele, acho que ninguém consegue deixar de se emocionar. (Julia, 14 anos)

    Segunda vez que venho, é muito bom. To rindo e to chorando, gostei muito do que ele falou no final, é muito bonito e é muito verdade. Nem sei como reagir a isso, cada personagem você consegue encontrar um ponto deles em você. O que ele fala no final é muito bonito, vou deixar o país e deixar todos meus amigos e não é nem um pouco bom. (Laura, 14 anos)

    É uma peça que mexe muito porque ela fala de vários tipos de pessoa, e ela mexe bastante no final que ela toca em várias pessoas e pra gente abrir um pouco a mente e pensar um pouco na nossa vida. No final tocou bastante, tocou bastante no meu coração, valeu muito a pena. (Luana, 15 anos)

    Eu gostei bastante e principalmente dessa parte do final que tocou bastante no coração de todo mundo e fez todo mundo pensar no que a gente quer, no que a gente quer acreditar e eu acho que foi importante a gente ter vindo aqui, com certeza alguém saiu daqui renovado. (Leticia, 15 anos)